Napoli empata com o Real Brasília para tentar fugir do rebaixamento

O empate por 1 a 1 entre Napoli-SC e Real Brasília, nesta segunda-feira (7), no Estádio Carlos Alberto Costa Neves, em Caçador (SC), no encerramento da 13ª rodada da Série A1 (primeira divisão) do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino, complicou muito a situação de ambas as equipes na reta final da primeira fase. As catarinenses, com sete pontos, permanecem na 15ª e penúltima posição, ameaçadas pelo rebaixamento, enquanto as brasilienses seguem em décimo, com 15 pontos, longe da zona de classificação ao mata-mata.

As anfitriãs saíram na frente aos 44 minutos do primeiro tempo. A atacante Pâmela recebeu da lateral Mirian próxima a meia-lua, girou e arrematou no canto da goleira Flávia Guedes para abrir o placar. O empate saiu aos 16 minutos da etapa final, graças a um golaço de Petra. A meia dominou a bola no ar e a chutou ainda no ar, no ângulo da meta caçadorense.

O próximo desafio do Napoli será contra o Palmeiras, no dia 20 de junho, às 15h (horário de Brasília), na Academia de Futebol, em São Paulo. Além de vencerem as atuais vice-líderes do Brasileiro, as catarinenses terão de torcer por tropeços de Botafogo (primeiro time fora do Z4, com dez pontos) ou Minas Brasília (11º colocado, com 11 pontos) para terem chances de fugir do rebaixamento na última rodada.

No mesmo dia e horário, o Real Brasília medirá forças com o São Paulo, no Centro de Formação de Atletas de Cotia (SP). Para chegarem à rodada final com esperança de classificação, as Leoas do Planalto têm de ganhar e ainda contar com uma derrota do Avaí/Kindermann, oitavo colocado com 20 pontos e última equipe no G8, para o Flamengo, que também é outro concorrente direto.

 

Por: Agência Brasil

Salézio Kindermann é sepultado em Caçador sob forte comoção

O empresário e entusiasta do futebol feminino, Salézio Kindermann, foi sepultado na tarde deste domingo (16), no Cemitério Municipal de Caçador. A cerimônia de despedida aconteceu as 15h30. O corpo foi sepultado as 17h. As despedidas presenciais ficaram restritas apenas à família, seguindo todos os protocolos sanitários de prevenção a Covid-19.

A cerimônia de despedida contou com as palavras de ternura do padre Vilson, da Catedral São Francisco de Assis, e do Padre Bosco, da Igreja Nossa Senhora Rainha. Representando o amor incondicional pelo futebol, sob o caixão, a camisa de cada uma das suas duas equipes do coração: Napoli e Kindermann.

A família Kindermann agradece as inúmeras mensagens de carinho e força neste momento difícil. “Não temos palavras para agradecer o apoio de tantas pessoas. Salézio era muito querido, e sabemos que ele partiu para um bom lugar”, declarou a família.

A Confederação Brasileira de Futebol se solidarizou, e em todos os jogos do Brasileirão A1 e A2 desta rodada, será cumprido um minuto de silêncio dedicado ao Salézio.

 

Legado: Trajetória de Salezio Kindermann é marcada pela revelação de talentos

Texto de Andrielli Zambonin e Jairo Pedroso

 

Filho de José Adolfo e Laura Martins Kindermann, Salézio era formado em contabilidade pelo antigo Colégio Aurora. Foi fundador das empresas Vidraçaria Kindermann, Frame Madeiras Especiais Ltda., Juliana florestal e Hotel Kindermann. Salézio foi Vereador em Caçador entre os anos de 1997 e 2000, se destacando pelo trabalho realizado em diversas áreas, com ênfase ao esporte local.  Ainda na vida pública, foi secretário municipal da fazenda nos anos 2001 e 2002, durante a gestão do ex-prefeito Onélio Menta. No ano de 2014, recebeu do Poder Legislativo, através de indicação do ex-vereador Wilson Binotto, a Medalha de Mérito “Destaque Caçadorense”.

Salézio Kindermann deixa um legado não apenas na vida pública, mas em sua maior paixão, o esporte, e no empreendedorismo, através de investimentos que ajudaram Caçador a se desenvolver, gerando emprego e renda ao Município.

Salézio começou a vida esportiva em 1962 jogando como goleiro no Exército em Tubarão (SC). Em 16 de março de 1965 chegou em Caçador, onde começou a jogar pelos Falcões. 

Fundou a Sociedade Esportiva Kindermann em 1975. Na sequência, em 1978, o clube passou a se chamar Associação Caçadorense de Desportos. Nesta transição do Kindermann para Caçadorense foram feitos dois amistosos nacionais: kindermann X Santos- SP e Caçadorense x Vasco da Gama, de Roberto Dinamite.

Naquele período, além de revelar talentos, como Ademir Padilha, Délcio, Zeca, Galina, Cabinho, Bizu, Elizeu, Pedrinho, Valmor, Vilmar entres outros, o clube ganhou títulos importantes, como a 2ª divisão de 1989 contra o tradicional rival Internacional de Lages.

Nos anos 90, após o futebol masculino estar desativado em Caçador, o Kindermann foi refundado em 1996. Novos nomes com Paulinho França, Ademir Sopa e Patrício, que chegou a disputar final de Libertadores pelo Grêmio, foram revelados. O clube, novamente, disputou a principal divisão catarinense.

Em 2004, o Kindermann, em parceria com a UNIARP, passou a investir no futsal feminino. No primeiro ano, os títulos dos estaduais sub-17, sub-20 e adulto, além da Taça Brasil sub 20, mostravam que o projeto veio para ficar.

Na modalidade feminina, não foi diferente, Salézio revelou alguns dos maiores nomes atualmente, como Gaby Zanotti, Julia Bianchi, Andressinha, Djeini, Camilinha, Gabi Portilho entre outros nomes. 

 

Em 2005, com Salézio à frente do projeto, ganhou a sua primeira Taça Brasil adulta e, ainda após o título Brasileiro de Campo, em parceria com a Uniarp, teve a honra de representar a seleção brasileira no Mundial Universitário, em Izhmir, na Turquia, onde conquistou o título. Em 2007, conquistou a Liga Nacional e resolveu partir para o campo, onde estreou em 2008.

No campo, a hegemonia do salão foi repetida, e o Kindermann conquistou o hexacampeonato estadual consecutivo, além de ter sido base da seleção brasileira sub 17, que disputou o Mundial, em 2012, no Azerbaijão. 

Em parceria com o Colégio Marcos Olsen, as atletas do Kindermann conquistaram o bicampeonato brasileiro e sul-americano nos anos de 2011 e 2012.

Em 2013, o Kindermann venceu as Taças Brasil sub 15, e sub 17, tornando-se o único clube do futsal brasileiro a ter todos os títulos nacionais. 

Salézio Kindermann ganhou o troféu de destaque como melhor dirigente esportivo em Santa Catarina, através do jornal A Notícia, no ano de 1997.

A associação esportiva Kindermann foi considerada pelas atletas como uma das maiores e melhores estruturas de futsal e futebol feminino no Brasil.

Já o Hotel Kindermann possui Selos Sociais, entregues pela Câmara Municipal de Caçador, por apoiar projetos sociais.

Nos últimos 12 anos com a modalidade feminina, foram 11 títulos estaduais, um vice-campeonato brasileiro (2014), uma semifinal de Série A1 (2019) e o maior feito: a conquista da Copa do Brasil (2015). No final de 2015, Salézio quase foi vítima de um homicídio. No mês de dezembro daquele ano, Salézio estava com a sua família e com Josué Henrique Kaercher, então técnico da equipe, quando Carlos José Corrêa, ex-treinador do Pantera Negra, um time de futsal mantido pelos mesmos donos do clube catarinense, entrou no escritório da família com uma arma de fogo e ameaçou matar todos que ali estavam. Carlos José Corrêa conseguiu assassinar Josué, e por pouco não tirou a vida de mais pessoas.

Depois dessa tragédia, o projeto do Kindermann teve uma pausa forçada durante 2016. Na metade do ano, Salézio tomou a decisão de que em 2017 iria voltar com a equipe, já que tinha conseguido uma vaga para disputar série A-1.

Ainda em 2017, Salézio deu vida a equipe feminina do Napoli, que nasceu para facilitar a montagem de um torneio estadual. Naquele ano, a federação catarinense estava com dificuldades de reunir quatro clubes para montar um campeonato. Apenas Criciúma, Chapecoense e Kindermann estavam aptos para competir e, por isso, o presidente Salézio Kindermann resolveu apostar na criação de uma nova equipe. O Napoli surgiu para que fosse possível organizar uma competição, se desenvolveu como um braço do Kindermann para, só depois, começar a andar com as próprias pernas.

Em 2019, O Kindermann firmou parceria com o Avaí, pela obrigatoriedade de os times envolvidos em competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) terem representantes no feminino. Por isso, a equipe atua como Avaí/Kindermann. Salézio assinou a parceria junto ao presidente do Avaí, Francisco José Battistotti.

Também em 2019, Salézio foi premiado com a Comenda do Mérito Desportivo, durante cerimônia de premiação do Troféu Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte.⁣⁣ Comenda entregue pelo governador de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva. 

Na competição nacional edição de 2020, Salézio conseguiu realizar mais um sonho: Ser campeão Brasileiro de Futebol Feminino. Com a equipe do Napoli, Salézio trouxe para Caçador o título inédito da série A-2. E ainda em 2020, o ano foi um dos melhores para o Avaí Kindermann, que ficou vice-campeão Brasileiro.

Outra conquista de Salézio foi disputar a CONMEBOL Libertadores. O Avaí Kindermann conquistou a vaga e foi para a disputa em março de 2021, realizando a edição 2020, que havia sido adiada. Salézio acompanhou a equipe em Buenos Aires, na Argentina, para a competição. A disputa foi um marco, já que o Kindermann desistiu da vaga para a Libertadores em 2016. devido a tragédio com o assassinato do treinador da equipe. 

Antes de ser positivado com Covid-19, Salézio negociava com empresas locais possíveis patrocinadores para o Napoli e Avaí Kindermann, já que no último ano o custo da equipe subiu consideravelmente. Salézio sempre manteve as equipes com o apoio do Ministério do Esporte, pelo Governo Federal, com a Lei de Incentivo ao Esporte. O projeto ajuda a comprar materiais para treino e a manter os custos básicos da equipe.

Em meio ao esporte, Salézio também conseguiu se dedicar à cultura. Criou o projeto inicialmente intitulado Caçador de Músicos. São dezenas de alunos da rede municipal de ensino que recebem aulas gratuitas de flauta doce. Atualmente o projeto chama-se Músicos do Contestado. Totalmente idealizado por Salézio, as crianças ganham as flautas para poderem praticar a música. O sonho de Salézio era expandir o projeto de flauta doce e montar uma banda completa.

 

 

Morre Salezio Kindermann, gestor e incentivador do Napoli Caçadorense

Salézio Kindermann, presidente e fundador do Avaí/Kindermann, gestor da equipe do Napoli, e grande incentivador do futebol feminino nacional, infelizmente não resistiu as sequelas provocadas pela Covid-19 e veio a óbito na noite deste sábado (15), às 23h54, aos 77 anos.
Salézio ficou 37 dias hospitalizado na UTI. Ele testou positivo para Covid-19 no dia 5 de abril. No dia 8 de abril, foi internado no hospital Maicé, de Caçador (SC), e no mesmo dia foi intubado na UTI em estado gravíssimo. Salézio chegou a apresentar grandes melhoras. Foi inclusive retirado aos poucos dos aparelhos. Ele chegou a ser transferido para uma UTI destinada a pacientes que não possuem mais o vírus da Covid. Porém, no dia 12 de maio Salézio teve uma parada cardiorrespiratória que voltou a agravar todo o quadro.

A família Kindermann foi contactada pelo hospital na noite deste sábado (15), para receber a notícia do falecimento.

Salézio foi um dos maiores incentivadores do futebol feminino nacional. “Deus estava precisando de um dirigente para comandar o time de futebol do céu e ele veio buscar o melhor”, declarou a família.
O velório será neste domingo (16), porém será restrito à família. Em uma próxima data a ser definida, será organizada uma homenagem da forma que Salézio merece.

 

Napoli faz bom jogo mas é derrotado pelo Inter

O Napoli perdeu para o Internacional, na tarde desta quinta-feira, em Caçador, no Oeste catarinense, em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro Feminino. O placar foi 2 a 1 a favor da equipe gaúcha.

O jogo foi movimentado e com boas chances para os dois lados. O Inter abriu o placar com Bruna Benites, aos 27 da primeira etapa. Na sequência, aos 31, Rafa Travalão ampliou. O Napoli descontou aos 38, com Thaini.

No segundo tempo, Djeni recebeu cartão vermelho e deixou o Colorado com dez jogadoras em campo. O Napoli se lançou ao ataque em busca do empate, mas não conseguiu vencer a defesa rival.

Com a derrota, o clube de Santa Catarina segue na lanterna, com apenas três pontos. Do outro lado, o Inter chega aos 13 somados e ocupa o sexto lugar.

Na próxima rodada, o Napoli enfrenta o Cruzeiro no domingo, às 17h, em Belo Horizonte. O Colorado volta a campo na segunda-feira, diante do Avaí Kindermann, às 15h, no estádio Cristo Rei, em São Leopoldo.

 

Texto: Globo Esporte SC

Foto: Andrielli Zambonin

Em partida movimentada, Napoli e Bahia empatam pelo Brasileirão Feminino

O Napoli de Caçador empatou por 2 a 2 com o Bahia neste domingo (25), no estádio Caldeirão da Baixada, em Caçador, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro Feminino A1.

 

Com o resultado, a equipe comandada pela técnica Carine Bosetti segue sem vencer em seu primeiro ano na elite nacional, soma o segundo empate seguido e vai a dois pontos. As catarinenses marcaram os seus primeiros gols na competição.

 

Na próxima rodada, o Napoli joga na quarta-feira (28), em visita ao Real Brasília, a partir das 15h, no estádio Defelê, no Distrito Federal. 

 

O jogo

 

No primeiro tempo, o Bahia abriu o placar com um gol por cobertura da atacante Moretti, logo aos 9 minutos. O time da casa, então, foi para cima, em busca do gol de empate. E criou algumas chances até igualar o placar aos 35 minutos. Soraya cobrou falta e Thays, de cabeça, desviou para fazer 1 a 1. Esse foi o primeiro gol da equipe catarinense dentro da competição nacional.

 

Até o final do primeiro tempo, ninguém mais mexeu no placar e os times foram para o intervalo com placar parcial. Veio o segundo tempo e a partida seguiu equilibrada, com as duas equipes buscando a vitória.

 

Aos 26 minutos, o Bahia ficou novamente em vantagem, com Gabi Itacaré, aproveitando boa oportunidade de cabeça, mandando no canto: 2 a 1 para as visitantes.

 

O Napoli, porém, ainda foi buscar o empate dois minutos depois. Aos 28 minutos, Soraya, em cobrança de pênalti, deixou tudo igual: 2 a 2.

Napoli conquista o primeiro ponto no Brasileirão A1

O Napoli conquistou o primeiro ponto no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino A1, na tarde desta quinta-feira (22). O ponto veio do empate em jogo contra o Flamengo (RJ), no estádio Municipal Doutor Carlos Alberto da Costa Neves, em Caçador, válido pela segunda rodada da competição. O placar em 0 a 0 resultou em um ponto para ambas as equipes. O jogo foi transmitido ao vivo pela CBF TV / MyCujoo e também pelo Canal Desimpedidos.

 

O jogo foi bastante equilibrado. Na mesma oportunidade em que as meninas Rubro Negras criavam chances de gol, o Napoli também batia de frente e aproveitava os contra golpes e bola parada para mexer no placar. Com a partida finalizada em 0 a 0, o grande destaque ficou para a goleira Nicole, do Napoli, que não mediu esforços para mostrar talento e defender a equipe na sua estreia com o Napoli.

 

“Acredito que todo o trabalho em equipe e o trabalho de treino são fundamentais para o jogo. Fizemos uma grande partida, criamos muitas oportunidades assim como elas também criaram. Fizemos o nosso trabalho, e vejo que fazer as defesas não passa da minha obrigação, dei o meu melhor e estou muito feliz em estrear com a camisa do Napoli”, disse Nicole.

 

A atleta do Napoli ficou fora do primeiro jogo por estar isolada, se recuperando da Covid-19. Nicole também fez parte da lista de convocadas pela técnica Pia, na Seleção Brasileira.

 

Agora, o time comandado pela técnica Carine Bosetti volta a jogar no domingo (25), às 15h, no mesmo local, contra o Bahia, pela terceira rodada.

 

HOMENAGEM
No primeiro jogo em casa do Campeonato Brasileiro 2021, as atletas do Napoli fizeram um ato em homenagem e como demonstração de força e incentivo a recuperação do gestor e investidor da equipe, Salézio Kindermann. Salézio, 77 anos, foi positivado com Covid-19 no dia 5 de abril. No dia 8, foi internado na UTI São Rafael do Hospital Maicé, em Caçador (SC), e já completa 14 dias intubado se recuperando da doença.

Para demonstrar força e incentivo a recuperação do presidente, as atletas entraram em campo para cantar o hino usando uma camiseta personalizada. Na estampa, uma foto de Salézio e a frase “Tudo é possível para quem tem fé! Força Salézio”. Ainda, após a execução do hino, as atletas ajoelharam em campo para um minuto de oração.

Napoli estreia na elite do futebol brasileiro em jogo contra o Corinthians

O Napoli estreou com grande jogo no Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino série A1. Estreante na elite do futebol nacional, o Napoli enfrentou o Corinthians, atual campeão Brasileiro série A1, neste jogo da primeira rodada. A disputa aconteceu na noite deste sábado (17), no Parque São Jorge (SP), com transmissão oficial da CBF TV.

 

O time conseguiu um jogo bastante pegado, com boas disputas de bola, algumas chances de gol e posicionamento firme em campo. No primeiro tempo o jogo fechou o placar com o Corinthians na frente. O Timão abriu o placar logo aos 5 minutos e as meninas de Caçador não conseguiram reverter no primeiro tempo. 

 

No segundo tempo, o Napoli chegou com uma postura um pouco mais incisiva em campo. Mais confiantes, as atletas buscaram os espaços e as oportunidades para conseguir reverter o marcador. Logo no primeiro minuto do segundo tempo, a Treyci teve oportunidade mas bateu fraco e a bola parou nas mãos da goleira adversária. AOs 4 minutos, o lance da Thaini para a Malu também quase terminou em gol, se não fosse a defesa Corinthiana.

 

Aos 26 minutos do segundo tempo, o Corinthians marcou o segundo. Aos 38 minutos, Zanotti marcou o terceiro, fechando o placar em 3 a 0. A equipe de Caçador volta para Santa Catarina sem os três pontos almejados. 

 

O próximo jogo do Napoli é contra o Flamengo e acontece em Caçador, no Caldeirão da Baixada. A partida será na quinta-feira (22), às 15h, com transmissão oficial pela CBF TV.

 

 

Foto: Rodrigo Gazzanel / Agência Corinthians

Napoli disputa “duelo de campeões” em jogo contra o Corinthians

O Napoli, equipe de futebol feminino de Caçador, estreia neste sábado (17), às 20h, no Campeonato Brasileiro Feminino série A-1. O time estreia na competição após feito histórico ao se consagrar campeão do Brasileiro A-2, disputa de 2020. Napoli tem no primeiro confronto de 2021 um duelo entre campeões. O duelo é contra o Corinthians, atual campeão Brasileiro. Confronto acontece no Parque São Jorge, em São Paulo.

 

O time se preparou durante os últimos três meses para chegar de forma positiva à competição, conforme explica a técnica Carine Bosetti. “Nós sabemos que será um confronto difícil, sabemos do potencial do nosso adversário mas vamos muito confiantes para o jogo. Nas últimas semanas fizemos um trabalho bem focado. As meninas estão preparadas tecnicamente, fisicamente e psicologicamente para o jogo”, disse Carine.

 

O time chega na partida com alguns desfalques devido a casos confirmados de Covid-19, e também desfalques pelo cumprimento de suspensão ainda do jogo da semifinal do Brasileirão A-2. Apesar dos desfalques, Carine destaca que não é uma preocupação tendo em vista que confia em todo o elenco. “Temos um elenco muito bem preparado. Confio em toda a equipe e agora é ir pro jogo e dar o melhor dentro de campo”, disse.

 

A divulgação dos desfalques e a escalação da equipe será divulgada de forma oficial horas antes do jogo, a pedido da comissão técnica do clube. O time já embarcou para São Paulo na noite desta quinta-feira (15). Na sexta-feira (16), as atletas já realizaram atividades mais leves de ativação muscular e continuam estudando o adversário.

 

O jogo tem transmissão ao vivo pela CBF TV / MyCujoo e os internautas podem acompanhar o tempo a tempo no Twitter oficial da equipe.

Luiz Carlos Bittencout é o ganhador na rifa do Napoli

O Napoli Feminino, equipe de futebol de Caçador, realizou na última quinta-feira (25), o sorteio da rifa que presentou um sortudo com a bola da final do Brasileirão A-2 2020 e duas camisas. O ganhador, Luiz Carlos Bittencourt, recebeu o prêmio na manhã desta segunda-feira (29) e deixou palavras de incentivo para o grupo.

“Quando comprei a rifa não imaginava que ganharia o prêmio. Eu comprei justamente para apoiar e incentivar o futebol feminino. Acompanho o esporte de Caçador a muito tempo. Sempre incentivei. Temos o Avaí Kindermann que é um grande time, e agora com o Napoli, com certeza estamos muito bem representados. O mínimos que podemos fazer é incentivar e apoiar essas meninas que levam para todo o Brasil o nome do nosso município”, destacou Luiz.

A rifa foi realizada totalmente online, pelo site Rifa Tech, um dos mais seguros e confiáveis sites de ação entre amigos disponível na internet. A ação arrecadou o total de R$ 2.065.50. O recurso será totalmente utilizado para a compra de materiais e manutenção da equipe.

A rifa também marcou o momento ápice em que vive o Napoli, como Campeão Brasileiro da série A2. Agora a equipe já se prepara para disputar a elite do futebol brasileiro. A pré temporada já começou com treinos táticos, técnicos e físicos, comandados pela comissão técnica.

O Napoli tem em seu elenco 24 atletas, sendo 21 jogadoras de linha e 3 goleiras. O time ainda busca o apoio de outros parceiros e patrocinadores.

 

Aos 20 anos, Nicole comemora segunda convocação para a Seleção principal

Ela tem apenas 20 anos mas carrega na história um currículo impecável. Nicole Ramos, goleira do Napoli, recebeu a sua segunda convocação para a Seleção Brasileira Feminina principal. Natural de Taió (SC), Nicole começou cedo a carreira no futebol.

Na última temporada estava no Santos. Ela é uma das apostas do Napoli para a temporada de 2021.

“Eu fiquei muito feliz e muito surpresa com a convocação. Já tinha sido convocada para a principal mas é sempre muito bom poder voltar e mostrar meu trabalho e aprender cada vez mais. Eu vou e levo comigo a camisa do Napoli, representando Caçador e o trabalho que vem sendo feito aqui. Acho que a cada convocação nós aprendemos muito, voltamos melhores, e é sempre bom poder vestir a amarelinha”, disse Nicole.

Com as Sereias da Vila nos últimos quatro anos, Nicole foi campeã Brasileira e vice-campeã Paulista em 2017. Foi campeã Paulista e vice-campeã da Libertadores em 2018 e em 2020 foi campeã da Copa Paulista.

Nicole tem passagens pela Seleção sub-15, sub-17 e sub-20. Com a Seleção, já participou do mundial sub-17, foi campeã Sul-Americana sub-20 e participou do Mundial também. No último ciclo da sub-20 (interrompido pela pandemia), foi campeã da Liga Sudamericana sub-19 e estava no quadrangular final do Sul-Americano.

Napoli promove rifa beneficente e sorteia bola da final do Brasileirão

O Napoli Caçadorense, equipe de futebol feminino de Caçador, está promovendo uma rifa beneficente. A rifa é totalmente on-line e tem por objetivo arrecadar recursos para a compra de materiais de treino e apoio as atletas. A rifa terá apenas um ganhador e o sortudo levará para casa a bola que rolou em campo na disputa da final do Campeonato Brasileiro feminino A2, 2020.

A partida foi entre Botafogo e Napoli, e aconteceu no estádio Nilton Santos (RJ). A bola é o prêmio principal da rifa, mas além disso, o ganhador também leva duas camisas de jogo do Napoli Caçadorense. A rifa também marca o momento ápice em que vive o Napoli, como Campeão Brasileiro.

“Nós sabemos o quanto é difícil manter o futebol financeiramente. Queremos cada vez dar mais suporte, materiais de treino e melhores condições para as nossas atletas. Já temos uma estrutura boa, mas melhorar é sempre uma meta. Com muito trabalho conseguimos nos tornar campeãs brasileiras, mas gora vamos para uma disputa ainda maior. O Brasileiro A-1 tem um nível muito elevado e vamos ir pra competição de igual para igual com outras equipes. Por isso precisamos elevar o nosso nível”, destacou o presidente da equipe, Jonas Estevão.

A rifa é vendida por R$ 10 cada número. O sorteio está marcado para o dia 25 de março, ao meio-dia e terá transmissão ao vivo no instagram do Napoli (@napolicacadorense). Para comprar um número, basta clicar no link: https://www.rifatech.com/app/717060002.xhtml